Granola: um festival de cereais

AdobeStock_100598627_299

Sabia que…

O termo “granola” foi criado há cerca de 100 anos?
A granola é caracterizada por ser uma mistura de cereais (desde arroz, aveia, cevada, centeio, entre outros) pronta a consumir, com adição de gordura (óleo de coco ou outro óleo vegetal) de modo a agregar os ingredientes durante a confeção. Algumas podem conter também frutos secos, sementes e cacau.

A granola pode ser um boa opção para um pequeno-almoço nutritivo e energético. Junte 45g (cerca de 5 a 6 colheres de sopa) de granola e uma banana, às rodelas, a um iogurte sólido natural e tome um pequeno-almoço completo.

Existem várias granolas nas prateleiras dos nossos hipermercados. Prefira as que privilegiam frutos oleaginosos e que tenham na sua tabela nutricional menor teor de açúcares (por norma, a sua composição em fruta seca já lhe confere um sabor adocicado, mesmo que não tenha açúcares adicionados).

Tipos de Granola

  • Granolas com mel e sem outros açúcares adicionados – apresentam em média 33g de açúcar por 100g;
  • Granolas com cereais integrais, aveia e também na versão com chocolate – apresentam em média 23g de açúcar;
  • Granolas infantis com cereais e aveia – também têm em média, por 100g, 23g de açúcar;
  • Granolas com uma redução do teor de açúcar adicionado (30%) – apresentam em média 14g de açúcares por 100g;
  • Granolas com cereais, sementes e frutos secos – apresentam cerca de 19g de açúcares;
  • Granolas com mistura de vários cereais integrais (cevada, centeio, arroz, trigo e aveia) nas versões com frutos vermelhos, chocolate e coco, fruta e canela e bagas de frutos desidratados) – apresentam em média 28g de açúcares por 100g.

valores_granola_2

Caraterísticas Funcionais

  • Devido ao teor em fibra solúvel e insolúvel dos seus cereais, a granola pode ajudar a regular o trânsito intestinal e ajuda a manter-nos saciados durante mais tempo. Ao ingerir uma porção de granola (45 g), está a consumir cerca de 4g de fibra, o que corresponde a cerca de 16% da dose diária recomendada de 25g (de acordo com a dose de referência para um adulto médio de 2000 kcal/dia). Este valor de fibra varia de acordo com a granola que adquirir;
  • O sal pode ou não estar presente na composição das granolas comerciais. Verifique e prefira as que contenham menor valor de sal na declaração nutricional;
  • O fósforo e o magnésio contribuem para a manutenção de ossos e dentes normais;
  • O magnésio contribui para o normal funcionamento muscular;
  • O ferro e o zinco contribuem para um normal metabolismo produtor de energia e funcionamento do sistema imunitário;
  • A vitamina B1 tem um efeito importante na manutenção do bom funcionamento circulatório, nervoso e cerebral;
  • As vitaminas B2 e E contribuem para a proteção das células contra as oxidações indesejáveis;
  • O ácido fólico e a vitamina E contribuem para o normal funcionamento do sistema imunitário e para a redução do cansaço e da fadiga.

Sugestão de utilização
As granolas já preparadas estão prontas a consumir, sendo ideais para o pequeno-almoço ou lanches. Adicione a leite, bebidas vegetais, iogurtes ou na preparação de sobremesas e barras de cereais. Pode fazer a sua própria granola em casa: junte 2 a 3 tipos de cereais com sementes e frutos secos a seu gosto, adicione um adoçante natural em pouca quantidade se considerar necessário (stevia, açúcar, açúcar mascavado, açúcar de coco, mel, xarope de agave), um pouco de óleo vegetal (coco, linhaça, girassol, amendoim, azeite) e leve ao forno.

Equipa de Nutricionistas Jumbo

Experimente a nossa receita com de bombons de chocolate e granola!