Os Benefícios do Abacate

AdobeStock_84596445_299

Devido às propriedades nutricionais, o abacate é uma fruta muito versátil. Tem inúmeros benefícios em diversas fases do ciclo de vida e também é um alimento aconselhado para condições de saúde específicas (como a obesidade, a diabetes ou hipertensão arterial):

  • Graças ao seu teor em gordura monoinsaturada, o abacate é muito útil para aumentar o aporte energético de forma saudável em indivíduos com necessidades energéticas aumentadas. Também é uma ótima opção a incluir em dietas saudáveis para qualquer um de nós, sendo também uma boa ajuda para o controlo de peso: devido ao seu teor de água (82%), gordura saudável e conteúdo de fibra, o abacate ajuda a controlar a saciedade. Além disso, alguns estudos sugerem que uma dieta rica em gorduras monoinsaturadas ajuda a prevenir a acumulação de gordura na região abdominal;
  • Apresenta efeitos benéficos a nível da saúde cardiovascular (devido ao teor em gordura monoinsaturada, potássio e luteína) e do perfil lipídico. Quanto a este último, a inclusão de abacate na dieta tem-se revelado tão eficaz como o arroz vermelho (outro suplemento muito utilizado) na diminuição do colesterol e dos níveis de LDL (mau colesterol) em indivíduos saudáveis e com um Índice de Massa Corporal normal. No entanto, é preciso sublinhar que estes benefícios têm sido relatados apenas quando se substituem fontes de gordura saturada por abacate – por exemplo, barrando o pão com guacamole (molho de abacate) em vez de manteiga. Ou seja, não basta simplesmente adicionar o abacate à dieta habitual. Nos estudos efetuados para determinar estes benefícios, a quantidade utilizada tem sido de meio abacate a um abacate e meio;
  • O abacate é uma fruta rica em carotenóides (pigmentos com propriedades antioxidantes), especialmente luteína e zeaxantina, que são melhor absorvidos na presença de gordura. O teor de gordura saudável naturalmente presente no abacate permite uma maior absorção, a nível intestinal, destes compostos e outros nutrientes solúveis em gordura (como algumas vitaminas). Por esta razão, é recomendável acrescentar abacate às saladas porque a absorção destes nutrientes aumenta consideravelmente;
  • Sabe-se que o leite materno é fonte de prébioticos importantes para a saúde intestinal e imunitária do bebé. Comparado com outras frutas, o teor de fibra solúvel do abacate é benéfico para o desenvolvimento da microbiota intestinal dos bebés numa fase de introdução de alimentos para uma alimentação sólida. Isto, porque nesta fase o aleitamento materno diminui, logo há uma também uma diminuição no fornecimento destes compostos prébioticos. O abacate tem ainda outras vantagens nesta fase que se devem à textura macia, ao sabor neutro, e ao facto de uma pequena porção fornecer um baixo teor de açúcares, muitos nutrientes importantes e um bom aporte calórico para responder às necessidades energéticas relacionadas com o processo de crescimento e desenvolvimento do bebé;
  • Tendo em conta que a alimentação tem uma grande influência na composição do leite materno, é aconselhável consumir esta fruta de forma a promover a boa saúde e crescimento fetal/infantil. A luteína presente no abacate (facilmente absorvida no intestino devido à gordura presente) desempenha um papel importante na função cognitiva e desenvolvimento ocular do bebé, e os níveis deste carotenóide no leite materno aumentam consideravelmente com a ingestão desta fruta.


Renata Vicente, Nutricionista Estagiária Jumbo.
Membro Estagiário da Ordem dos Nutricionistas nº1911NE.