Treine a mente para as escolhas alimentares acertadas

Treine a mente para as escolhas alimentares acertadas

Quantas vezes dá por si a comer só porque está stressado ou triste? Ou simplesmente porque tem alimentos à sua disposição? Existe uma relação emocional que é estabelecida com a comida e que pode influenciar negativamente a sua saúde se não for bem gerida.

Um conceito que tem ganho peso na Nutrição é o de “Mindful Eating”, que defende que as suas decisões alimentares devem ser tomadas de forma consciente e informada, escutando as necessidades nutricionais do organismo e melhorando a relação com a comida. O ato de comer passa a representar uma atitude: perante si, perante os outros e perante o ambiente. Um dos princípios básicos deste conceito é o de comer sem culpas e aceitar que cada refeição lhe trará experiências sensoriais únicas.

Quais são as reais vantagens do Mindful Eating?

  • Não imputa o sentimento de culpa ao comer o que quer;
  • Maior consciência do que o organismo realmente necessita;
  • Valorização do real papel da alimentação no seu corpo;
  • Ajuda a balancear as escolhas alimentares, incentivando escolhas saudáveis;
  • Permite identificar quais as situações que desencadeiam a ingestão sem fome.

Apesar dos aspetos positivos mencionados, é importante salvaguardar três pontos: em caso de doença poderão haver restrições alimentares específicas que devem ser respeitadas; não existe uma informação clara sobre o balanço nutricional da dieta; e, nem sempre se pode comer porque o “corpo pede”, correndo o risco de ser uma ingestão emocional.

Consciencializar a mente pode ser o caminho para melhores escolhas alimentares. Transforme a sua e sinta os resultados a longo prazo na sua saúde.

Tânia Miguel Soeiro, Coach da Your Challenge, Formadora e Nutricionista do Nutrihome.
 

Membro da Ordem dos Nutricionistas nº0588N.