Hidratação durante a gravidez

Hidratação durante a gravidez

A necessidade fisiológica de água durante a gravidez está naturalmente aumentada, devido principalmente às alterações que ocorrem, nomeadamente expansão do volume de sangue, líquido amniótico e acréscimo de tecido.

Para além disso, durante a gravidez é comum a ocorrência de situações que podem ser controladas através de uma adequada hidratação. Uma hidratação adequada reduz os riscos de desconforto por náuseas e vómitos, obstipação, infeções no trato urinário e cálculos renais. Inclusivamente, um estado de hidratação desadequado pode conduzir, no terceiro trimestre, a contrações prematuras e a volume amniótico reduzido. Por isso, torna-se fundamental que mantenha uma boa ingestão hídrica ao longo dos dias.

A recomendação de água total é de 2,3 litros por dia, sendo que esta recomendação inclui toda a água ingerida ao longo do dia, bem como a presente nos alimentos e bebidas. Desta forma, deve atingir as suas necessidades hídricas através do consumo de água, de bebidas, como leite, chás, infusões, sumos de fruta, e de alimentos ricos em água, como fruta, vegetais, sopas.

Se pratica exercício físico regularmente, deve fazer uma ingestão hídrica adicional de 200-500 ml por dia, tendo especial atenção aos momentos antes e após a atividade, de forma a evitar a desidratação.

Nutricionista Susana Francisco. Mestre em Exercício e Saúde e Atleta.
Membro da Ordem dos Nutricionistas, nº1409NE.
Estagiária na Federação Portuguesa de Atletismo.

Descubra também o essencial sobre alimentação e exercício na gravidez, neste artigo.